Marcos Pasquim, Malu Rodrigues, Marcelo Medici e Maria Clara Gueiros nos bastidores do ensaio de “Se Meu Apartamento Falasse”

Encontro foi divulgado pela Coluna Patrícia Kogut (O Globo)

A colunista d´O Globo Patrícia Kogut divulgou neste sábado, 11/11, o primeiro encontro dos protagonistas de “Se Meu Apartamento Falasse”, próxima estreia da dupla Möeller & Botelho.

Marcelo Medici, Malu Rodrigues, Marcos Pasquim e Maria Clara Gueiros posaram nos bastidores do ensaio do musical que chegará aos palcos brasileiros a partir de 9 de dezembro no Teatro Bradesco Rio.

No espetáculo, Marcelo Medici interpreta Chuck Baxter, atrapalhado contador de uma companhia de seguros que empresta seu apartamento para encontros casuais de colegas de trabalho, em troca de promoções e vantagens na empresa. Entre confusões e hilários desencontros, as coisas se complicam quando ele se apaixona pela garçonete Fran Kubelik (Malu Rodrigues), conhece a desmiolada Marge MacDougall (Maria Clara Gueiros) e cede a sua casa para Sheldrake (Marcos Pasquim), o dono da empresa.

Sobre o Espetáculo

A comédia musical SE MEU APARTAMENTO FALASSE (PROMISES, PROMISES) é um clássico do teatro e do cinema mundiais. Inicialmente uma comédia do premiado dramaturgo Neil Simon, chegou ao cinema com os consagrados Jack Lemmon e Shirley MacLane sob o título de “The Apartment”, com direção de Billy Wilder.

Em 1968, Simon procurou compositor Burt Bacharach com a ideia de transformar a história num musical da Broadway, com letras de Hal David. O resultado foi um espetacular sucesso de crítica e público, permanecendo mais de três anos em cartaz e ganhando três Tony Awards. Em 2010, a peça retornou à Broadway em revival que tinha como protagonistas Kristin Chenoweth e Sean Hayes.

Esse é um projeto antigo de Charles Möeller e Claudio Botelho com a atriz Maria Clara Gueiros, que teve a ideia de traduzir o texto.

“Promises, Promises cumpre o que promete: é um musical super divertido, adorável de ver, e aos palcos um score sensacional de Burt Bacharach, o único que ele escreveu para um musical da Broadway”, afirma o diretor Charles Möeller.