Sassaricando

“As marchinhas são muito mais uma presença marcante no inconsciente coletivo do nosso povo do que motivo de saudades”. Baseados nesta afirmação, a historiadora Rosa Maria Araújo e o jornalista e crítico Sérgio Cabral criaram o musical de maior sucesso de 2007, “Sassaricando – E o Rio Inventou a Marchinha”.

“Estávamos convictos”, afirma Sérgio Cabral, “de que poucas manifestações refletem com tanta exatidão a criatividade do compositor do Rio e o espírito carioca. Verdadeiras crônicas, elas contam a história da cidade e as qualidades e os defeitos do seu povo, quase sempre sem abrir mão do deboche e da malícia. Vão do lirismo ao esculacho, mas são permanentemente carioquíssimas. São, enfim, músicas que, ao mesmo tempo em que nos remetem a carnavais inesquecíveis, conservam a juventude que encanta as crianças de todas as idades. Em outras palavras, são eternas”.

Os dois escolheram quase uma centena de canções compostas pelos craques Noel Rosa, Lamartine Babo, Haroldo Barbosa e João de Barro, o Braguinha, entre outros, para fazer uma crônica da vida e dos costumes do Rio de Janeiro.

Todo este material ganhou vida no palco através de um elenco afinado de veteranos como Eduardo Dussek, Soraya Ravenle e Sabrina Korgut, além dos novatos em musicais Pedro Paulo Malta, Alfredo Del-Penho e  Juliana Diniz. São eles, nas palavras de Sérgio Cabral, os responsáveis por comunicar ao público que, felizmente, os grandes intérpretes das marchinhas – Francisco Alves, Blecaute, Emilinha Borba, Marlene, Araci de Almeida, Jorge Goulart, Mário Reis, Carmen Miranda, Sílvio Caldas, Anjos do Inferno e tantos outros, têm sucessores.

Com direção de Claudio Botelho, o musical apresenta um desfile de cem marchinhas carnavalescas dividido em dois atos, com uma banda tocando ao vivo, reunindo a nata dos instrumentistas cariocas: dos irmãos Henrique e Beto Cazes a Silvério Pontes, Oscar Bolão e Dirceu Leite.

Renato Vieira fez a coreografia e Charles Möeller, os cenários, enquanto Marcelo Marques e Paulo César Medeiros se ocuparam, respectivamente, dos figurinos e da iluminação.

A direção musical foi de Luís Filipe de Lima.

Rosa Maria e Sérgio ouviram mais de mil marchinhas até fazer uma pré-seleção com 400. Finalmente chegaram às cerca de cem que, juntas, “formam um painel de como era a vida na cidade”, diz Rosa.

Desde então “Sassaricando” tem voltado ao cartaz todos os anos, realizando temporadas nos meses de janeiro e fevereiro, antecedendo o carnaval. 

Ficha Técnica

Concepção, Pesquisa e Roteiro:
Rosa Maria Araújo e Sérgio Cabral

Direção:
Claudio Botelho

Direção musical e Arranjos:
Luiz Filipe de Lima

Coreografia:
Renato Vieira

Cenário:
Charles Möeller

Figurino:
Marcelo Marques

Iluminação:
Paulo César Medeiros

Assistente de Direção:
Tina Salles

Elenco (1ª Temporada):
Eduardo Dussek
Soraya Ravenle
Sabrina Korgut / Maria Netto / Ivana Domenico
Alfredo Del-Penho
Juliana Diniz
Pedro Paulo Malta

Elenco 2009 e Temporada São Paulo:
Eduardo Dussek
Inez Viana
Alfredo Del-Penho
Juliana Diniz
Pedro Paulo Malta
Beatriz Faria

Músicos:
Luís Filipe de Lima – Violão 7 cordas
Henrique Cazes – Cavaquinho
Dirceu Leite – Sopros (Flautas, saxs e Clarinete)
Fabiano Segalote – Trombone
Gilson Santos – Trompete
Oscar Bolão – Bateria
Beto Cazes – Percussão

Buscar