Beatles Num Céu de Diamantes está de volta ao Rio para uma nova temporada no Teatro Leblon

Musical de Moeller e Botelho fara Turne Nacional em 2016, passando por 5 capitais

‘Beatles Num Céu de Diamantes’, de Charles Möeller & Claudio Botelho, é um fenômeno teatral. Estreou com poucos recursos em uma sala pequena, mas logo se transformou em grande sucesso, visto por mais de 600 mil espectadores no Rio, São Paulo e em turnê pelo Brasil e uma vitoriosa semana absolutamente lotada com espetáculos extras em Lyon, na França.

Sete anos após a estreia, o musical está de volta ao Rio para uma nova temporada no Teatro Leblon, de onde segue para turnê nacional que vai incluir Belo Horizonte, Goiânia, Campo Grande, Curitiba e Florianópolis. As apresentações tem o patrocínio do Grupo Bradesco Seguros.

‘Esta é a nossa décima segunda temporada. ‘Beatles é um musical de câmara, sem qualquer recurso técnico ou truques cênicos, que nasceu para uma temporada de apenas um mês em 2008 e… nunca mais saiu de cartaz’, conta Claudio Botelho.

Manter uma política de incentivo à cultura é compromisso permanente do Circuito Cultural Bradesco Seguros. Nos últimos anos, o Grupo Bradesco Segurosorgulha-se de ter patrocinado e apoiado projetos nas áreas de música, dança, artes plásticas, teatro, literatura e exposições, além de outras manifestações artísticas no cenário nacional. Dentre as atrações realizadas recentemente, destacam-se os musicais “O Rei Leão”, “Elis – A Musical”, “Se eu Fosse você – O Musical”,“Chacrinha, O Musical”, “Bibi – Histórias e Canções”, “O Mágico de Oz”, “A Família Addams”, “Tudo por um PopStar”, “Cats” e “Mama Mia”; além da “Série Dell’Arte Concertos Internacionais”; o Ballet Kirov; o Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM) e a “VII Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro”.

No palco, onze atores-cantores, acompanhados por piano, violoncelo, violão, ukulele e percussão, apresentam uma teatral e emocionante visão sobre a mais forte invenção da música popular dos últimos 50 anos: a obra dos Beatles.

‘Os Beatles jamais criaram nada específico para o teatro. Há algo em seu universo que sempre nos interessou: ‘morra jovem e seja eterno’. Por mais que a gente os ouça, percebemos que eles continuam ali, mais vivos e mais pulsantes do que nunca. Uma juventude que não passa. Do iê iê iê ao lisérgico, passando por acordes indianos e tantas rupturas estéticas, nada cheira a naftalina. Para este musical, utilizamos recursos cênicos mínimos, e não há texto propriamente dito. Apenas as canções com suas letras originais em inglês’, comenta Charles Möeller.

‘Beatles num céu de diamantes’ é por definição de gênero, uma revista musical com a obra dos Beatles. Sem exatamente um enredo único, mas apontando diversas pequenas histórias e situações, o espetáculo é um passeio da dupla Möeller & Botelho por um dos repertórios mais ricos da música popular criada a partir da segunda metade do século XX. As canções são rearranjadas para a linguagem do teatro musical e não há um único número que seja no estilo “cover de Beatles”. Ninguém imita ninguém, não há clones de John Lennon ou Paul McCartney, é uma viagem lisérgica pelas canções e o que elas trazem ao nosso imaginário.

Claudio Botelho e Charles Möeller explicam melhor: “Fio condutor? Há algum sim, mas não é didático nem cronológico. Imaginem Alice na toca do coelho… Seria isso: o sonho; a fuga; a descoberta; o amadurecimento; a volta. Os Beatles eram fãs fervorosos de Lewis Carrol e de Alice no País das Maravilhas… Alice fala o tempo todo de Tamanho e de Labirintos. De ritos de passagem. Como os rapazes de Liverpool, Alice quer entender o seu tamanho nesse mundo. Diante das coisas. O sentimento de ser mínimo em alguns momentos e gigante em outros”.

Serviço

Temporada de 1 de outubro a 20 de dezembro de 2015.
De quinta a sábado, às 21h. Domingos, às 20h.

Teatro Leblon
(Rua Conde de Bernadote, 26 – Leblon).

Ingressos:
Quinta-feira 21:00h R$70,00
Sexta-feira 21:00h R$ 80,00
Sábado 21:00h R$ 90,00
Domingo 20:00h R$ 80,00

Duração: 90 minutos
Classificação: Livre

BEATLES NUM CÉU DE DIAMANTES

Um espetáculo de Charles Möeller & Claudio Botelho

Com Cássia Raquel, Estrela Blanco, Felipe Tavolaro, Jonas Hammar, Jules Vandystadt, Marya Bravo, Pedro Sol, Rodrigo Cirne e Tatih Köhler.

Piano: Rodrigo de Marsillac
Violoncelo/ Violão: Lui Coimbra
Violão/ Ukulele: Pedro Sol
Percussão: Jonas Hammar
Roteiro: Charles Möeller, Cristiano Gualda e Jules Vandystadt.
Arranjos originais: Delia Fischer
Arranjos Vocais / Arranjos Adicionais: Jules Vandystadt
Iluminação: Paulo Cesar Medeiros
Design de Som: Marcelo Claret
Coordenação Artística: Tina Salles
Produção Executiva: Edson Lopes
Direção Musical: Claudio Botelho
Direção: Charles Möeller
Realização: ALACRE e M&B

 


Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Buscar