Cole Porter – Ele Nunca Disse que Me Amava

Estreia: 26/05/2000 - Café-Teatro de Arena (RJ)


Em 2000, Charles Möeller & Claudio Botelho lançaram ‘Cole Porter – Ele Nunca Disse que Me Amava’, que rendeu o Prêmio Governador do Estado a Claudio pela direção musical e se tornou um marco na carreira da dupla.

O espetáculo, que apresentava a história do compositor americano Cole Porter pela ótica de seis mulheres, teve dez meses de lotação esgotada no Café Teatro de Arena (RJ), e ficou mais dois anos em cartaz entre Rio, São Paulo e Portugal.

A ideia de montar um espetáculo baseado na vida de Cole Porter nasceu depois que Charles e Claudio assistiram, em novembro de 1999, uma montagem de “Kiss me Kate” na Broadway. “Saímos extasiados. Era a primeira vez que víamos um Cole Porter na Broadway. A primeira vez que o encontrávamos no seu veículo original, o teatro. E isto nos incendiou de tal forma que, no restaurante, minutos depois do espetáculo, já falávamos do ‘nosso’ Cole Porter, aquele que ‘tínhamos’ que fazer no Brasil o mais urgente possível”, disse Charles Möeller.

‘Cole Porter – Ele Nunca Disse que me Amava’ não pode ser considerado, como explicam os diretores, uma revista ou um musical de book, mas uma fantasia musical.

No espetáculo, foram interpretadas 39 canções que pontuam a trajetória de Porter, tais como “Night and Day”, “I´ve Got You Under My Skin”, “Love for Sale”, “Get out of the Town” e “Let´s Do It”, entre outras.

Não havia uma preocupação cronológica na apresentação dessas canções – elas estavam entrelaçadas a partir do contexto da ação teatral.

No elenco original: Ada Chaseliov, Alessandra Verney, Gottsha, Inez Viana, Ivana Domenico e Stella Maria Rodrigues. Participaram também do espetáculo nomes como Kiara Sasso, Adriana Garambone, Kacau Gomes, Regina Restelli, Andrezza Massei, Neusa Romano, Paula Capovilla e Sara Sarres, entre outras atrizes-cantoras.

Os figurinos, assinados por Charles e pelo estilista português Antonio Augustos, chamavam a atenção pela beleza.

O musical foi sucesso de público e crítica – nomes como Mauro Rasi, Zuenir Ventura, Affonso Romano de Sant´Anna, Marília Gabriela e Luís Fernando Veríssimo rasgaram elogios ao espetáculo.

A crítica Barbara Heliodora teceu muitos elogios ao musical em sua resenha, no jornal O Globo: "Cole Porter - Ele Nunca Disse que me Amava é um espetáculo charmoso e gostoso, no qual fica patente o quanto o Brasil amadureceu no gênero (...) O trabalho de Claudio Botelho é surpreendente. Ele consegue, em suas versões, manter o humor, a malícia e a sofisticação das memoráveis letras do original (...) O Rio de Janeiro está celebrando com grande encanto a obra de Cole Porter".    

‘Cole Porter’ foi o divisor de águas na carreira da dupla. E foi o momento perfeito para Claudio ter a ideia de criar a chancela: Um espetáculo de Charles Möeller & Claudio Botelho.

Em 2001, depois de se apresentar com muito sucesso por dez meses no Café-Teatro de Arena, no Rio, e por cinco no Teatro Alfa, em São Paulo, o musical "Cole Porter - Ele Nunca Disse que me Amava" fez temporada no famoso Casino Estoril, em Portugal. No elenco da turnê: Ada Chaseliov, Alessandra Verney/Kiara Sasso, Gottsha, Inez Viana, Ivana Domenico/Cris Fraga e Stella Maria Rodrigues. 

A temporada em Portugal fez enorme sucesso e arrancou elogios da crítica lusitana: "É uma fantástica oportunidade para apreciarmos o que de bom tem um musical", escreveu o crítico do Diário de Notícias, ressaltando também as 'soberbas toilettes que decoram a encenação'. 

Ficha Técnica

Texto:
Charles Möeller

Letras e Músicas:
Cole Porter

Roteiro e Versões:
Claudio Botelho

Direção Musical:
Claudio Botelho

Direção:
Charles Möeller

Cenário e Figurinos:
Charles Möeller

Coreografia:
Renato Vieira
Bruno Cezário

Iluminação:
Paulo César Medeiros

Visagismo:
Beto Carramanhos

Criação e Confecção dos Figurinos de Abertura:
Antônio Augustus

Pesquisa e Figurinista Assistente:
Patrícia Bueno

Arranjos Vocais:
Breno Lucena
Claudio Botelho

Assistente de Direção e Direção de Cena:
Cris Fraga

Assistentes de Produção:
Cris Fraga
Gualter Costa Ramos

Realização:
Cláudio Magnavita

Músicos:
Breno Lucena (Arranjos e Piano)
Afonso Netto (Percussão)
Alexandre Brasil e Fernando Bou (Contrabaixo)

Elenco original:

Ada Chaseliov – Linda Porter
Alessandra Verney – Bessie Marburry
Gottsha – Ethel Merman
Inez Viana – Kate Porter
Ivana Domenico – Elsa Maxwell
Stella Maria Rodrigues – Madame M
Stella Rabello – atriz substituta
Claudio Botelho – voz em off de Cole Porter

* Kiara Sasso:
Teatro Casino Estoril – Portugal (Bessie)
Teatro Leblon – Rio de Janeiro (Elza)

Elenco – Reestreia – Janeiro 2003:
Ada Chaseliov – Linda Porter
Alessandra Verney – Bessie Marbury
Gottsha – Ethel Merman
Adriana Garambone – Madame M
Kacau Gomes – Elsa Maxwell
Regina Restelli – Kate Porter

Elenco São Paulo:

1ª Temporada: (SP – fevereiro a maio/ 2004) – Teatro Maksoud Plaza
Andrezza Massei –  Elsa Maxwell
Neusa Romano – Ethel Merman
Patrícia Levy – Madame M
Paula Capovilla – Linda Lee Thomas
Regina Restelli – Kate Porter
Sara Sarres –  Bessy Marbury

2ª Temporada (a partir de Maio de 2004) – Teatro Antônio Fagundes
Amélia Gumes  –  Linda Lee Thomas
Ana Taglianetti   – Kate Porter
Neusa Romano–    Ethel Merman
Patrícia Levy –   Madame M
Paula Capovilla  –  Elsa Maxwell
Sara Sarres –   Bessy Murbury

 

Prêmios:

2000  -  Prêmio Governador do Estado a Claudio Botelho pela direção musical de "Cole Porter – Ele Nunca Disse que Me Amava".




Buscar